Saiba como combater a olheira!
- Saúde e Bem Estar

Saiba como combater a olheira!

Saiba como combater a olheira!Não há como negar que os olhos são a parte que mais chamam a atenção em nossa face. Por isso, quando surgem algumas marcas de expressão nesta região as mulheres já começam a se preocupar, não é mesmo? Saiba como combater a olheira em nosso blog!

Além de deixar a área mais escura, muitas vezes as marcas podem atribuir ao indivíduo uma aparência fadigada e envelhecida. Para piorar a situação, é importante levar em conta que a região dos olhos é que mais aparenta os primeiros sinais de envelhecimento. Isso mesmo! 

Isso porque, essa região é considerada muito mais sensível e suscetível aos primeiros sinais de envelhecimento, sendo necessário  desde muito cedo  criar uma rotina de cuidados especiais  para garantir uma pele muito mais bonita hidratada e sem sinais de rugas, linhas de expressão, bolsas, olheiras, olhar cansado, entre outros sinais referentes ao envelhecimento precoce. 

Por que as marcas de expressão surgem primeiramente na área dos olhos?

Cuidados com a olheira

Para ser mais claro, a epiderme (camada externa de pele) tem normalmente 0.1mm de espessura. Já ao redor dos olhos ela apresenta em torno de 0,05mm, o que pede uma atenção especial na rotina diária de cuidados, principalmente no que diz respeito aos dermocosméticos.

Para comprovar tal fato, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia a diminuição de alguns componentes da pele como o Colágeno e a Elastina, junto a fatores como a radiação ultravioleta, poluição, tabagismo, alimentação inadequada e doenças dermatológicas, contribuem para o envelhecimento da pele. 

O que leva o aparecimento da olheira?

Certamente a olheira é o problema que mais causa incômodo nas mulheres quando relacionado  à área dos olhos. Elas geralmente aparecem devido a dois motivos: concentração de melanina na região e dilatação dos vasos sanguíneos. 

Existem quatro tipos de olheiras: as constitucionais, as sanguíneas, as melânicas e as vasculares (as duas últimas são conhecidas como olheiras pigmentares e podem ser tratadas com procedimentos e dermocosméticos).

Além disso, o seu aparecimento está relacionado a noites mal dormidas, falta de hidratação na região dos olhos, exposição solar indevida e perda de colágeno. 

O uso de cigarro e álcool em excesso também podem ser predominantes para o aparecimento das marcas. 

Como melhorar e tratar as olheiras?

Se você sofre com esse problema pode ficar tranquila, pois, hoje em dia, existem muitos tratamentos que podem te ajudar! 

Os tratamentos estéticos são sempre bem-vindos, incluindo técnicas como lasers, microagulhamento, peelings e preenchimento.

Além disso, você deve procurar substâncias que melhorem a parte vascular e reduzam a pigmentação da região, entre eles antioxidantes, hidratantes, clareadores e tensores. 

Nesse caso o LIPOWHEAT do Barbozão é sua melhor alternativa!

Ele favorece a reposição de macronutrientes essenciais, por repor os lipídeos que auxiliam na coesão celular e integridade do estrato córneo, contribuindo para a homeostase da epiderme, além de benefícios na derme com estudos in vivo e in vitro que comprovam o estímulo da atividade celular e a aumento da síntese de colágeno.

Desta forma, contribui para redução das linhas de expressão, melhora a hidratação, o microrrelevo cutâneo, maciez e luminosidade da  pele. 

INDICAÇÕES

  • Desacelera o envelhecimento;
  • Reduz a profundidade das rugas e linhas de expressão;
  • Estrutura e organiza o extrato córneo, restaurando a função de barreira da pele;
  • Aumento de 63% da hidratação da pele;
  • Favorece a maciez, suavidade e luminosidade da pele;
  • Reduz a inflamação, vermelhidão e descamação associada à pele seca;
  • Reduz o desconforto da pele associado ao uso de retinoides tanto de uso tópico como oral;
  • Reduz o desconforto associado com alguns procedimentos, como peeling e lasers;
  • O efeito percebido da redução de rugas foi observado por 72% das mulheres;
  • Estudo conduzido escala de Lemperle demonstrou a redução das rugas em 88% das mulheres;

E aí, gostou? Então, acesse nosso site e garanta o seu!

Leia mais: Como regularizar os níveis de testosterona?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *